domingo, 18 de abril de 2010

ATUAÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL NA SAÚDE


Por muitas e muitas vezes não acessamos nossos reconhecidos direitos, que nos foram dados por nossa Constituição Federal, simplesmente porque não sabemos que podemos.

Não temos a informação. Mas temos de estar cientes de que toda pessoa possui um histórico de vida, tem seus desejos, suas expectativas e pertencem a um grupo familiar e social.

Quando acontece de se sofrer algum tipo de transtorno, principalmente na saúde, o assistente social é importante em seu tratamento, seja através das informações sobre os direitos, seja através das informações que serão coletadas, fornecendo para a equipe de saúde a doença subjetiva, cultural e social e que irão contribuir para que o paciente seja tratado em sua totalidade, o que se torna importante uma equipe multidisciplinar dentro de uma unidade de saúde.

A Deliberação nº 14 do Eixo Fiscalização Profissional define que se deve “incluir no estudo do Grupo de Trabalho sobre Serviço Social na Saúde, do Conselho Nacional de Saúde, que reconhece
a categoria de assistentes sociais como profissionais de saúde, além da Resolução CFESS nº 383, de 29/03/1999, que caracteriza o assistente social como profissional de saúde.

Na área da saúde deve-se compreender os aspectos sociais, econômicos e culturais que sempre interferem no processo saúde/doença e cabe ao Serviço Social a busca de ações estratégicas como uma necessidade para a superação reforçando o direito social à saúde.

O trabalho em equipe merece ser refletido e as atribuições do profissional de Serviço Social precisam ficar especificadas e divulgadas para os diversos profissionais.

O assistente social, ao participar de trabalho em equipe na saúde, dispõe de ângulos particulares de observação na interpretação das condições de saúde do usuário e uma competência também distinta para o encaminhamento das ações, que o diferencia do médico, do enfermeiro, do nutricionista e dos demais trabalhadores que atuam na saúde.

O assistente social tem tido, muitas vezes, dificuldades de dialogar com a equipe de saúde para esclarecer suas atribuições e competências face à dinâmica de trabalho imposta nas unidades de saúde.

A alta médica e a alta social devem acontecer concomitantemente. Em situações em que o usuário já tiver recebido a alta médica sem condições de alta social, cabe ao profissional de Serviço Social notificar à equipe, registrando no prontuário a sua intervenção, de forma a ratificar o caráter do atendimento em equipe.

A alta a pedido também é uma situação que recai sobre a equipe e, muitas vezes, sobre o profissional de Serviço Social. Algumas reflexões são importantes sobre o significado da alta e da autonomia do usuário no serviço de saúde e que procedimentos a equipe deve adotar coletivamente. O usuário deve ser autônomo para decidir sobre os rumos do tratamento de saúde a ser adotado e a que procedimentos deve ser submetido.

O usuário, civilmente capaz, deve exercer o seu direito de decidir sobre o seu tratamento e sobre que rituais deve adotar quanto ao destino de sua saúde. Porém, deve também ser esclarecido quanto aos procedimentos e quanto ao tratamento que será adotado e, em caso de solicitar a alta este usuário deverá ser abordado pela equipe de saúde.

Segundo o artigo 46, do Código de Ética Médica, os médicos só podem se recusar a dar a alta a pedido ao usuário no caso de iminente risco de vida, em caso contrário, deve ser respeitada a decisão do usuário.

Assim, a atuação do assistente social frente a este procedimento é o de orientação, esclarecimento, e reflexão junto ao usuário e à equipe de saúde com relação às condições objetivas que estão impulsionando os usuários a tomarem esta decisão. O profissional responsável pela alta e pelos procedimentos da mesma deve ser o médico e não o assistente social. O profissional de Serviço Social pode ser um interlocutor entre os usuários e a equipe de saúde com relação a questões sociais e culturais, visto que pela sua própria formação há o respeito pela diversidade, o que geralmente é mais difícil para outros profissionais de saúde.

Outra demanda que aparece para a equipe de saúde refere-se à violência contra crianças, adolescentes, mulheres, idosos, gays, lésbicas, homossexuais, transexuais e pessoas com deficiências. Nestas situações, a responsabilidade pela notificação é função de toda a equipe.

O assistente social deve colaborar nessa ação, mas não é atribuição privativa do mesmo. Cabe ao profissional de Serviço Social fazer uma abordagem sócio-educativa com a família, socializar as informações em relação aos recursos e viabilizar os encaminhamentos necessários.

Os assistentes sociais devem ter como parâmetros de ação na equipe de saúde esclarecer as suas atribuições e competências, elaborando junto com a equipe propostas de trabalho que delimitem as ações dos diversos profissionais através da realização de seminários, debates, e encontros:

• Elaborar, junto com a equipe de saúde, a organização e realização de treinamentos e capacitação do pessoal técnico-administrativo com vistas a qualificar as ações administrativas que tem interface com o atendimento ao usuário tais como a marcação de exames e consultas, e a convocação da família e/ou responsável nas situações de alta e óbito;

• Incentivar e participar junto com os demais profissionais de saúde da discussão do modelo assistencial e da elaboração de normas, rotinas e da oferta de atendimento, tendo por base os interesses e demandas da população usuária.

• Criar junto com a equipe, uma rotina que assegure a inserção do Serviço Social no processo de admissão, internação e alta hospitalar no sentido de, desde a entrada do usuário/família na unidade, identificar e trabalhar os aspectos sociais da situação apresentada e garantir a participação dos mesmos no processo de reabilitação, bem como a plena informação de sua situação de saúde e a discussão sobre as suas reais necessidades e possibilidades de recuperação,
face as suas condições de vida;

• Realizar em conjunto com o médico, o atendimento à família e/ou responsáveis em caso de óbito, cabendo ao assistente social o apoio necessário para o enfrentamento da questão e, principalmente, esclarecer a respeito dos benefícios e direitos referentes à situação, previstos no aparato normativo e legal vigente tais como, os relacionados à previdência social, ao mundo do trabalho (licença) e aos seguros sociais (DPVAT) bem como informações sobre sepultamento gratuito, translado (com relação a usuários de outras localidades), entre outras garantias de direitos;

• Participar, em conjunto com a equipe de saúde, de ações sócio-educativas nos diversos programas e clínicas, como por exemplo: no planejamento familiar, na saúde da mulher, da criança e do idoso, na saúde do trabalhador, nas doenças infectocontagiosas (DST/AIDS, tuberculose, hanseníase, entre outras), e nas situações de violência sexual e doméstica;

• Planejar, executar e avaliar com a equipe de saúde ações que assegurem a saúde enquanto direito;

• Sensibilizar o usuário e / ou sua família para participar do tratamento de saúde proposto pela equipe;

• Participar do projeto de humanização da unidade na sua concepção ampliada, sendo transversal a todo o atendimento da unidade e não restrito à porta de entrada;
• Realizar a notificação, frente a uma situação constatada e/ou suspeita de violência aos segmentos já explicitados anteriormente, as autoridades competentes bem como a verificação das providências cabíveis.

• Participar de campanhas preventivas, realizando atividades sócio-educativas;

• Realizar ações coletivas de orientação com a finalidade de democratizar as rotinas e o funcionamento da unidade;

• Desenvolver atividades nas salas de espera com o objetivo de socializar informações e potencializar as ações sócio-educativas;

• Elaborar e/ou divulgar materiais sócio-educativos como folhetos, cartilhas, vídeos, cartazes e outros que facilitem o conhecimento e o acesso dos usuários aos serviços oferecidos pelas unidades de saúde e aos direitos sociais em geral;

· Participação na formação profissional através da criação de campo de estágio, supervisão de estagiários, bem como a criação e/ou participação nos programas de residência multiprofissional e/ou uniprofissional.

A articulação com as unidades de formação acadêmica é fundamental para o desenvolvimento destas atividades, à política de saúde tanto nas instituições como nas outras esferas;

• Participar ativamente dos programas de residência, desenvolvendo ações de preceptoria, coordenação, assessoria ou tutoria, contribuindo para qualificação profissional da equipe de saúde e dos assistentes sociais, em particular;

• Garantir a educação permanente da equipe de serviço social na instituição e demais trabalhadores, bem como participar dos seus fóruns;

• Participar de cursos, congressos, seminários, encontros de pesquisas, objetivando apresentar estudos e pesquisas realizadas e troca de informações entre os diversos trabalhadores da saúde;

• Participar e motivar os assistentes sociais e demais trabalhadores da saúde para a implantação / implementação da NOB RH / SUS, nas esferas municipal, estadual e nacional;

Fonte: CFESS
Sandra Rizo

52 comentários:

  1. Muito boa as intervenções de trabalho.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite, Sandra.
    Sou estudante de Serviço Social a distancia. Gostei muito desse artigo, estou fazendo um trabalho este mim ajudou muito. Tenho tido muitas dificuldades, estou no quinto período,mas espero vencer mesmo enfrentando um cancer de mama. Estou muito otimista. Meu e-mail é marildaguarani@hotmail.com.

    Um grande abraço
    Marilda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sou estudante de serviço social e trabalho na saúde a dez anos e penso que seria muito bom se todas equipes de saúde da família tivessem o assistente social ,mas penso que melhor ainda seria se os gestores dessem condições para esses profissionais atuarem conforme reza esse post, parabéns pelos esclarecimentos e busca de um mundo melhor atrav´z da informação compartilhada.

      Excluir
  3. Olá Sandra gostei muito das informações sobre Assistente Social, sou estudante e me ajudou muito na minha pesquisa, gostaria de esclarecer umas dúvidas com vc, pis vejo que tem experiência na área. grata, Leide rosa

    ResponderExcluir
  4. sandra gostei da luta emprol da sociedades menos prevalecidas, futuramento quero ser uns deces profissional para pela sociedade melhor.

    ResponderExcluir
  5. parabéns! percebe-se que você é uma profissional que tem compromisso com a categoria, de maneira a contribuir para a reflexão da praxis a não tonar uma atuação pragmática.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelas informações, é muita valia, pois conclui o meu curso agora, estou colando grau em fevereiro, meu ensino foi EAD, e estou bastante otimista em conseguir algo. Estou tentando fazer um projeto para implantação do Serviço Social noturno em um hospital de minha cidade, pois o mesmo só tem um Assistente Social no período diurno e a noite está carente demais. Trabalho lá como Tec. de Enfermagem e vejo o quanto é valioso esse trabalho ser desenvolvido nesse período descoberto. Estou tentando desenvolver ações que durante o dia não existe, pois eles trabalham mais a parte burocrática. Pretendo trabalhar com a questão sócio educativa, implantar casa de acolhimento a portadores de CA, AVC que não tenham onde ficar para realizar um tratamento adequado.Se tiver alguma sistemática diferenciada para me ajudar no meu projeto, ficarei muito grata. Meu E-Mail é: ceicinhanogimo@hotmail.com, e preciso muito de modelo de formulário usados principalmente nessa área. Abraço e fico no aguardo.

    ResponderExcluir
  7. Sandra , Bom dia!!! meu nome è Silvana , sou assistente social e terminei a especializaçao em serviço social em hospital universitário na UNIFESP este ano, e escolhi como tema do meu projeto falar sobre o papel do assistente social junto a equipe multidisciplinar no atendimento do transexual no processo transexualiazador. Gostei muito do seu artigo e utilizei a Deliberaçao 14 . O que eu gostaria de saber se voce pode me enviar a bibliografia por completo do seu trabalho para eu poder colocar na bibliografia do meu projeto. Meu e-mail é vanaclemente@yahoo.com.br. Um abraço e parabens pela sua publicação.

    ResponderExcluir
  8. NA SAÚDE O ASSISTENTE SOCIAL PODE COORDENAR PROGRAMAS COMO VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA, OU É CARGO PRIVATIVO DO ENFERMEIRO? GOSTARIA DE SABER. POR FAVOR, POIS ESTTOU CONCLUINDO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL MAS TRABALHO NA SAUDE.

    ResponderExcluir
  9. Sou estudande/estágiaria, esse método da alta social deveria ser adotada em todos os hospitais, que muitas vezes o paciente recebe a alta médica mas ñ tem condições de voltar pra casa devido a sua dificuldade financeira.

    ResponderExcluir
  10. boa noite ,e com muitos tambem sou estudante de serviço social EAD so tenho a dizer a vc sandra que gostei muito de suas explicaçao estava em busca de uma area pra atuar e agora, vc com seus comentario mim ajudou bastante abraços e fica com DEUS....

    ResponderExcluir
  11. olá Sandra, me formei recentemente em serviço social, e vou começar a trabalha na UPA, como não tenho esperiencia nesta area gostaria da sua ajuda, já que você tem um grande conhecimento na area da saude, se você puder me ajudar me dando algumas dicas como seria o dia dia da assistente social dentro da UPA, a parte burogratica como: os encaminhamentos, o livro de registro, sobre obitos, emfim, tudo que eu preciso saber pra fazer um bom trabalho, aguardo sua dicas obrigada! odenibrasil@hotmail.com

    ResponderExcluir
  12. Ola bom dia!!!
    Muito bom ler suas informaçoes Sandra, sabe estou atuando recentemente na area da saude como Assistente Social, nao tenho experiencia na saude gostaria de saber mais informaçoes quais sao as acoes que eu possa estar realizando na area,meu email é veredianaf@hotmail.com
    Obrigado!!

    ResponderExcluir
  13. profissional escrevendo deces ao invés de desses
    e emprol ao invés de em prol.....é uma vergonha para a categoria.

    ResponderExcluir
  14. sou estudante de serviço social EAD so tenho a dizer a vc sandra que estou estagiando na secretaria de saude e me encontro com dificuldade para falar da atuaçao do assistente social na secretaria de saude se possivel ostaria de mais exclarecimento o mais rapido possivel se puder me ajudar meu email e neiafernandes6@ahoo.com.br

    ResponderExcluir
  15. Sandra, me formei recentemente em Serviço Social e adorei o artigo sobre o profissional na área da saúde. Gostaria de saber se tem outros artigos sobre o Serviço Social nessa área; Política de Saúde; Lei Orgânica da Saúde - LOS; Sistema Único da Saúde – SUS; Parâmetros de Atuação do Serviço Social na Saúde.
    Meu e-mail: rena-teen@hotmail.com

    Desde já obrigada!
    Att,

    Renata Moraes.

    ResponderExcluir
  16. Sandra, gostei muito da sua fala no tocante ao profissional do assistente social na saúde.Formei no curso a 5 anos, trabalho na área da saúde. não tenho muito q ofereçer p/ os usuários,devido a precaridade do sistema.Gostaria que muito de receber informação que possa me ajudar em desenvolver uma atividade p/ os usuários que encontram ociosos.Trabalho em uma unidade de saúde,(psf) Pensei em elaborar uma oficina de artesanato seguido de palestra. Na sua opinião é viavel? Me ajuda respondendo pelo emal. m.e.souza-caratinga@hotmail.com abraço .

    ResponderExcluir
  17. Sandra,sou recém formada em Serviço Social, moro em uma cidade da região Serrana do Est. RJ, muito afetada pelas chuvas em 2011. Minha cidade tem aproximadamente 22.000 hab.,e ainda hoje sofre consequências sérias pela tragédia. Aqui temos um pequeno hospital municipal, onde se pretende neste novo governo colocar à disposição uma Assistente Social.
    Não tenho nenhuma experiência nessa área e gostaria da sua ajuda. Preciso saber como iniciar esse serviço aqui na saúde, já que, aqui nunca tivemos um assistente Social na área da saúde e principalmente hospitalar.
    Como seria meu trabalho numa Secretaria de Saúde ou mesmo num hospital?
    A parte burocrática, como funciona, livro de registro, encaminhamentos, sobre óbitos, enfim tudo que eu preciso saber para dar início a esse trabalho e poder desempenhá-lo com segurança e eficácia.
    Meu endereço é: mariserampini@hotmail.com , muito agradecida ficarei com sua breve resposta. Abraços

    ResponderExcluir
  18. olá Sandra, me formei recentemente em serviço social, e vou começar a trabalha no Hospital da minha cidade, como não tenho esperiencia nesta area gostaria da sua ajuda, já que você tem um grande conhecimento na area da saude, se você puder me ajudar me dando algumas dicas como seria o dia-a-dia da assistente social dentro do Hospital, a parte burogratica como: os encaminhamentos, o livro de registro, sobre obitos, emfim, tudo que eu preciso saber pra fazer um bom trabalho, aguardo sua dicas obrigada! meu email é: belcris.f@hotmail.com

    ResponderExcluir
  19. PGV-SP
    questão de sintonia, ou busca de força para dar continuidade,no exerciicio da práxis. Pois é, parece que focar o trabalho em ações coletivas, é realmente um desafio, no entanto, não estamos sós, pois, temos como ferramenta os instrumentos legais;mas tb não podemos tirá-los do papel, sem participação dos colegas academicos, que ainda, executam ações na linha curativa. Será este mais um dilema? ou quem tem fé continua? proveito p/ solicitar apoio sobre temas para desenvolver trabalho em grupo-area S.S. saúde

    ResponderExcluir
  20. SANDRA, BOM DIA! ÓTIMA SUA PUBLICAÇÃO, CONCLUÍ CURSO EM 03/2010 MAS DESDE 1998 VINHA ATUANDO EM ONGS COMO EDUCADORA SOCIAL EM GRUPOS DE MULHERES, JOVENS E LIDERANÇAS COMUNITARIAS. ASSIM QUE TERMINEI O CURSO COMECEI ATUAR NO CRAS DA MINHA CIDADE, ESPERIÊNCIA ÓTIMA; OUSADA FIZ QUESTÃO DE SER CONSELHEIRA DO CMAS ALIÁS AINDA SOU. APROVEITO ESTE ESPAÇO E FAÇO INDICAÇÃO A TODOS PROFISSIONAIS INDEPENDENTE DA AREA DE ATUAÇÃO IMPORTATISSIMO PARTICIPAR DOS CONSELHOS, COMPREENDER AS POLITICAS PÚBLICAS DE CONTROLE SOCIAL ASSIM O PROFISSIONAL SÓ REFORÇARARÁ A DEFESA PELA JUSTIÇA SOCIAL DOS VULNERAVEIS. ATUALMENTE ESTOU COM PROPOSTA NA AREA DE SAÚDE E CONFESSO ESTAR UM POUCO INSEGURA O QUE ME FEZ RECORRER ALGUMAS LITERATURAS,ATÉ PORQUE NA MINHA CIDADE NUNCA TEVE PROFISSIONAL NESTA AREA E CAMPO É AMPLO: HOSPITAL, SECRETARIA DE SAÚDE, 05 UBS NUM TERRITORIO MAIS DE 600 KM QUADRADRO, COM 14.000 HABITANTES, PRECISO URGENTE ELABORAR PROPOSTA DE TRABALHO PARA NÃO ME PERDER. PORTANTO SE ALGUÉM PUDER ME SUGERIR DESDE JÁ AGRADEÇO.
    LUCELIA MACHADO - lumachado2013@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  21. olá Verbenia, me formei recentemente em serviço social, e vou começar a trabalha na UPA, como não tenho esperiencia nesta area gostaria da sua ajuda, já que você tem um grande conhecimento na area da saude, se você puder me ajudar me dando algumas dicas como seria o dia dia da assistente social dentro da UPA, a parte burogratica como: os encaminhamentos, o livro de registro, sobre obitos, emfim, tudo que eu preciso saber pra fazer um bom trabalho, aguardo sua dicas obrigada... verbeniacarvalho5@hotmail.com

    ResponderExcluir
  22. sou regiane imi formei recentemente em serviço social e vou trabalhar na UPAgostaria de saber as atribuições do assitente soial. ficarei grata re-gane@hotmail.com goataria que voçê mimi orientasse como é feito atividades socio-educativas na sala de espera emfim, tudoque eu preciso para fazer um bom trabalho.augardo suas dicas BEIJOS............

    ResponderExcluir
  23. Boa noite Sandra este artigo foi otimo bem esclarecedor
    goataria de receber vai me ajudar esotu me formando gostaria
    de atuar na saude meu mail meire.stahl@hotmail.com

    ResponderExcluir
  24. Olá Sandra,me formei recentemente em serviço social EAD,estou em busca de emprego,tenho uma paixão trabalhar na área da saúde e principalmente na UPA,não tenho experiência nesta área,gostaria da sua ajuda já que você tem um grande conhecimento na área da saúde,se puder me ajudar dando algumas dicas como seria o dia do assistente social dentro da UPA,aparte burocratica como; os encaminhamento o livro de registro,sobre óbtos ,em fim ,tudo que eu preciso saber pra fazer um bom trabalho,aguardo sua resposta obrigada. meu i-mail fabiana_ambs@ hotmail.com

    ResponderExcluir
  25. POR FAVOR ME MANDE ARTIGOS DO ASSUNTO SOBRE ASSISTENTE SOCIAL NA REDE HOSPITALAR ME AJUDARA BASTATE UM ABRAÇO MEU EMAIL É MARLENETITE@HOTMAIL.COM

    ResponderExcluir
  26. Olá Sandra, estou fazendo serviço social a distancia, trabalho a 12 anos como agente comunitário de saúde,e sempre tive vontade de ajudar as pessoas mais é um processo complicado estudar assim, espero ter força para continuar.Se puder mandar endereços de curso que preciso fazer para me ajudar eu agradeceria....
    Beijos Angélica !!!!
    angelica_lessa32@hotmail.com

    ResponderExcluir
  27. ola Sandra!estou precisando de mais orientação sua no quesito atuação da assistente social no hospital.Como realizar uma evolução social? como registrar os atendimentos?qual a ficha ? estou implantando serviço no hospital e necessito de orientações .conto com você.urgente

    ResponderExcluir
  28. Ola Sandra!estou iniciando meu primeiro emprego como assistente social em um hospital o qual não tem o
    serviço social.como devo fazer para implanta-lo?
    sou assistente social.quias as ficha? mim made um modelo de evolução social, não sei se e evolução a ficha certa.mim ajude urgente. josequeiroz@gmial.com


    ResponderExcluir
  29. Olá Sandra!
    Vc possui informações que possam direcionar o trabalho do Assistente Social nos NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família? hellen_bessa@hotmail.com

    ResponderExcluir
  30. Olá ,
    parabésn! são pertinentes suas colocações .
    Sou estudante de Serviço Social estou estagiando em um hospital. Em pouco tempo já percebir que um dos problemas da instituição é a falta de informação e agressão dos acompanhantes dos paciente com os profissionais da emergencia .
    Penso em elaborar um projeto que possa intervir nesta problematica .Mas não sei de devo incluir os profissionais ou orientar apenas os acompanhantes e pacientes na sala de espera .Gostaria muito que essas açoes provocassem de forma positiva uma mudança na instituição .Com isso, se possivel conto com seu apoio .
    meu email: rodias2@hotmail.com

    ResponderExcluir
  31. oi boa noite sou estudante do oitavo semestre e quero fazer meu TCC SOBRE A importancia do serviço social na saude e estou com dificuldades em encontrar material , quero saber se voce pode me ajudar de alguma forma. Grata Dirlandia. Meu email é: dis.holanda@oi.com.br

    ResponderExcluir
  32. Sandra, gostaria de informações de como implantar o Serviço Social em Hospital, pois terminei agora o curso de serviço social e fui chamada para atuar no Hospital,mas sendo que tenho que implantar pois lá ainda não tem. Obrigada aguardo respostas, meu email é nilcelenebsa@hotmail.com

    ResponderExcluir
  33. Boa tarde Sandra! Sou Assistente Social e trabalho na área da saúde em Prefeitura Municipal, há poucos dias fui transferida de setor, no anterior atuava a muito tempo, sete anos, fui transferida para Saúde do Trabalhador e confesso que estou bem perdida, o programa é coordenado por uma enfermeira, gostaria se possível de orientações de que atividades posso desenvolver enquanto Assistente Social neste novo setor, onde tudo é muito novo para mim e também para minha coordenadora. No aguardo agradeço, meu endereço é: ritag_vieira@hotmail.com

    ResponderExcluir
  34. bom dia Sandra! sou Assistente Social formei recentimente e recebi uma proposta para trabalhar na área da saúde na qual não existe o Serviço Social, preciso de sugestões para implantar o Serviço Social na saúde. Como a Sra. tem um grande conhecimento nessa área. Peço por gentileza que encaminhe por e-mail algumas sugestões. Obrigada, no aguardo de sua resposta o e-mail: kelly_said@hotmail.com.

    ResponderExcluir
  35. Boa noite Sandra. Me formei recentemente e gostaria de sugestões para implantar o Serviço Social em uma instituição que trabalha com portadores de cancer, gostaria de receber sugestões e informações. Gostei muito de suas informações. Muito obrigada. Meu endereço coracil@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  36. Olá Sandra. estou cursando sétimo semestre de serviço social, trabalho em hospital particular, quero muito continuar meu trabalho como assistente social na mesma empresa, mas estou sem ideia do que fazer se você tem uma ideia por favor me ajude. meu imail é janeildesol@hotmail.com

    ResponderExcluir
  37. boa tarde,
    gostaria de saber se um assistente social que atende um usuário na unidade básica de saude que não possui nenhum documento, o profissional devera encaminhar para o centro de referencia de assistencia social, para a viabilização?aguardo
    kristhiane Braga A. S Cras. Para

    ResponderExcluir
  38. Olá Sandra
    Gostei das suas colocações, bastante esclarecedoras. Sou assistente social, formada há 3 anos em Universidade de ensino á distância e nunca encontrei oportunidade de estar atuando na área. Me interesso muito em trabalhar na área da saúde, especialmente em hospitais, pois me identifico muito por já ter trabalhado muito tempo na saúde em outra profissão. Recentemente surgiu uma oportunidade no hospital regional aq do municipio e estou no aguardo com algumas dúvidas referente a atuação do assistente social em processos de: alta hospitalar, transferencias, remoção, internação entre outras, sendo as principais estas. Peço-lhe por gentileza, que encaminhe p meu E-mail, se possível, algumas orientações acerca dessas questões. Meu e-mail é: smoreirasouza1@yahoo.com.br. Aguardo ansiosa a sua resposta, agradecendo desde já. Atenciosamente

    ResponderExcluir
  39. olá Sandra, me formei recentemente em serviço social, e vou começar a trabalha na secretaria municipal de saúde, como não tenho experiencia nesta área gostaria da sua ajuda, já que você tem um grande conhecimento na área da saúde, se você puder me ajudar me dando algumas dicas como seria o dia dia da assistente social dentro da secretaria emfim, tudo que eu preciso saber pra fazer um bom trabalho, aguardo sua dicas obrigada!zildileide@hotmail.com

    ResponderExcluir
  40. Olá Sandra me formei semana passada em Serviço Social, e tenho uma proposta de trabalho em um hospital, não tenho muita experiência na área da saúde, pois o primeiro emprego sempre nos deixa um pouco insegura com algumas questões. Gostaria que me ajudasse com o conhecimento que tem, me repassando algumas informações acerca do trabalho do assistente social no âmbito hospitalar, bem como os instrumentos técnico- operativos, livro de registro, relatórios, encaminhamentos, visitas, óbitos e etc. Desde já agradeço. Meu email: analiviabb@hotmail.com

    ResponderExcluir
  41. Boa Tarde.
    Venho através desta página solicitar ajuda quanto as atribuições de um Assistente Social no CAPS. Sendo que estou passando por divergência no meu trabalho o qual não posso realizar o que de fato é da minha competência. A Equipe não aceita que a Assistente Social faça visita e se fazer será em casos extremos isso pode? Sendo que não trabalhamos apenas com os usuários , pois temos um olhar para a Família deste usuário o qual tbm precisa de suporte e temos que trazer a família como suporte, COMO PARCEIRA no tratamento do usuário. Na minha visão é um dos instrumentos fundamentais do profissinal a Visita Domiciliar e isso a equipe não enxerga ou melhor não tem esta visão...a visão que eles tem é de ficar dentro de um CAPS 40 horas semanais realizando os grupos e os acolhimentos será que é só isso a atribuiçao do Assistente Social? Estou bem indignada. Obrigada

    ResponderExcluir
  42. Achei super interessante, seu texto e coube dentro das expectativas do meu trabalho pra nota . Muito obrigada .

    ResponderExcluir
  43. Olá colegas
    Estive lendo um artigo sobre o trabalho do Assistente Social na Saude.
    Sou A.S atuei ma assistência social, estou ma saúde mental e estarei assumindo na UPA trabalharei 12x36h e gostaria de saber como esta sua pratica. Visitam leitos, qual tem sido a maior dificuldade, que instrumentais utilizam, quanto a internações e óbitos tem sido o assistente social? Por favor respondam preciso de dicas de quem já está atuando. Grata

    ResponderExcluir
  44. boa noite Sandra sou estudante do serviço social e gostaria de ganhar experiências do serviço social na saúde gostaria que me enviasse textos relacionados sobre o trabalho do assistente social na saúde obrigada meu e-mail e olveiranez@gmail.com

    ResponderExcluir
  45. oi Sandra so corrigindo meu e-mail e oliveiranez@gmail.com

    ResponderExcluir
  46. Oferecemos empréstimo a uma faixa de cobertura de pequena e larga que varia de 10.000 a 500.000 USD ou EURO tanto para os indivíduos e grupos, o nosso processo de empréstimo é fácil, seguro e protegido, a entrega do empréstimo é eficiente e confiável a seguir são os serviços que oferecemos:

    Crédito Pessoal
    Empréstimo de negócio
    A concessão de crédito,
    Arranque de empréstimos comerciais
    empréstimos educacionais
    A consolidação de débito?

    Se você está interessado em nossa oferta, em seguida, um e-mail ou visite o nosso site em:
    larry.apoio.financeiro@hotmail.com

    Relação

    ResponderExcluir
  47. olá Sandra tudo bem? sou formada em serviço social há 2 anos, trabalho em um hospital de olhos omo recepcionista no setor do sus, onde a maioria são idosos, então pensei em melhorar esse atendimento neste setor, vc poderia me ajudar?
    meu e-mail é : tiane_vieira@yahoo.com.br
    desde já te agradeço imensamente.
    Cristiane

    ResponderExcluir

Amigos Deixem Seus comentários, Terei prazer em respondê-lo.